COP Internacional: o maior evento latino-americano de segurança pública

Autoridades, agentes de segurança pública, sociedade civil e empresas do setor marcam presença no COP Internacional; Triggers Magazine apresenta sua segunda edição durante o evento

Com o objetivo de integrar a sociedade civil junto às forças de segurança, defesa e justiça do país, a terceira edição do Congresso de Operações Policiais – COP Internacional foi realizada entre os dias 25 e 27 de outubro de 2023, no São Paulo Expo, em São Paulo-SP. O evento recebeu mais de 14 mil visitantes e reuniu profissionais de segurança, autoridades policiais, especialistas em operações táticas e fornecedores de tecnologia de ponta para compartilhar experiências e discutir as últimas tendências e inovações no campo da segurança pública.

Ao longo dos três dias de evento, foram realizados mais de 40 palestras e painéis com lideranças de Segurança Pública Nacional, como o secretário de Segurança do Estado de São Paulo, Guilherme Derrite, e o comandante do BOPE – RJ, Tenente Coronel Uirá. Paralelamente à feira, aconteceu também a primeira reunião do Conselho Nacional de Segurança Pública (Consesp), que contou com a presença do Secretário Nacional de Segurança Pública, Francisco Tadeu Barbosa de Alencar, e a formação do Conselho Nacional de Coordenadores de Operações Policiais Especiais.

João Sansone, idealizador e responsável pela organização do COP 2023, destaca a importância do evento para o setor. “Desde que idealizamos o COP Internacional, nosso objetivo era devolver aos agentes de segurança uma pequena parcela de tudo o que eles entregam à sociedade. Nós conseguimos cumprir o nosso objetivo, que era reunir a cúpula da Segurança Pública de todo o Brasil, desde a esfera nacional, os comandantes gerais das Polícias Militares, os chefes da Polícia Civil, além de quem está na linha de frente, que são os comandantes do BOPE e os delegados das unidades CORE. Quem realmente entende de segurança pública esteve aqui”.

Em sua primeira edição em São Paulo, a previsão, segundo a organização do COP, era superar a edição passada, onde mais de R$ 22 milhões em negócios foram realizados nos três dias de evento.

A programação foi totalmente pensada para qualificar e atualizar profissionais do setor, aproximar e integrar a sociedade civil e instituições policiais, valorizando e promovendo o trabalho desses profissionais. Além das palestras, o COP Internacional se destaca pela realização de uma grande feira de negócios com a exposição de indústrias do setor bélico, tático, tecnológico, outdoor e de inteligência, tudo isso com acesso gratuito e aberto ao público civil.

A empresa Condor apresentou novidades em equipamentos não-letais. “O grande diferencial do COP, para nós, é poder ter esse contato desde o operador dos nossos produtos até o comandante e secretário de segurança pública. Esse contato com o operador é muito valioso para nós, pois é com eles que conseguimos entender os cenários operacionais e transformar essas informações em soluções cada vez melhores dentro do conceito de armas não-letais. Aqui, fizemos bons relacionamentos e com certeza virão bons frutos no futuro”, conta o head de comunicação da Condor, Lucas Carci.

A Tactical Gear Imports, empresa de importação de armas de fogo, munições, insumos e equipamentos para recarga de munição, artigos esportivos e demais acessórios para prática do tiro desportivo e para a segurança pública e privada, também participou do congresso. “Estar presente em um evento como o COP é uma oportunidade ímpar de poder se apresentar ao setor público com a finalidade de fechar novos negócios e adquirir ainda mais conhecimento sobre a área”, reforça o diretor Demetrius Oliveira.

“O COP Internacional tem uma importância ímpar para o setor bélico, pois é a grande chance de abrir novas frentes e novos negócios com o setor público, bem como escutar as necessidades de equipamentos e produtos para a segurança pública, além de inúmeras palestras sobre temas”, completa o empresário.

ENIDS

Nesta edição do COP Internacional, a Associação Brasileira de Produtos Controlados (APCE) esteve presente e realizou o Encontro Nacional da Indústria de Defesa e Segurança (ENIDS). Na oportunidade, os palestrantes abordaram assuntos convergentes ao segmento, com foco principal na aquisição de produtos e equipamentos de qualidade para as forças de segurança; licitações; compras governamentais; avaliação da conformidade; inovação; legislação; além de informações para melhores estratégias em ações policiais.

Para Mônica Rios Helvadjian, presidente da APCE, as palestras têm o intuito de reunir empresas, entidades e autoridades do setor de Defesa e Segurança, para discutir uma série de problemas que o setor enfrenta, “e potencializados, agora, com a troca do Governo Federal, travando segmentos inteiros, prejudicando investimentos e operacionalização de diversas áreas, falta de isonomia e incentivos a inovação, e marginalização de um setor vital para a segurança nacional, geração de emprego e renda. Abordamos temas convergentes com a segurança pública, de extrema relevância por ter o propósito de debater soluções para os diversos impasses entre o controle exercido pelo Exército Brasileiro e a necessidade da segurança pública na celeridade dos procedimentos”.

Durante o evento, uma grande surpresa para o mercado foi a divulgação sobre “tratativas no Senado e no Congresso Nacional para a criação de uma Agência Reguladora de Produtos Controlados – ANPC, apresentando as estruturas operacionais e os próximos passos para a efetiva implantação”, conta Mônica.

“O COP realmente se consolidou como o maior evento de segurança pública da América Latina, pela magnitude de todos os detalhes, de todos os envolvidos, no marketing perfeito, nas autoridades engajadas, nos conteúdos impressionáveis e na frequência do público. Sem dúvidas, foi um grande privilégio fazer parte do COP como apoiador institucional pela APCE, fazer parte como profissional organizadora do ENIDS e como visitante, pois, por vezes, me dei o prazer de acompanhar as palestras do COP e visitar os estandes de empresas expositoras”, comemora a presidente.

TRIGGERS MAGAZINE

A segunda edição da Triggers Magazine foi apresentada ao público durante o Congresso de Operações Policiais – COP Internacional. “A revista já está conquistando corações e mentes no cenário do mercado bélico. Para a próxima edição, estamos preparando uma seleção exclusiva de matérias que abordam uma ampla gama de tópicos dentro do setor de armas de fogo”, garantiu o diretor Junior Sucasas.

artigos relacionados

categorias

conteúdo exclusivo

Redes