Jorge Ballesteros: um exemplo que fica!

Nesta edição da Triggers Magazine, a equipe lamenta a morte precoce do atleta e relembra uma trajetória marcada pelo brilhante trabalho a serviço do esporte

Em 27 de maio de 1983, nascia na Espanha Jorge Ballesteros Fernandez. Desde criança, ele nutriu uma paixão especial pelo esporte: praticou judô, karatê, atletismo, futebol, basquete e pingue-pongue. Formou-se no ensino médio em 2002 e, posteriormente, estudou Administração de Empresas na Universidade Alcala de Henares. No ano de 2008, iniciou sua carreira como policial.

Ele cresceu sob a influência de seu pai no mundo do tiro prático (IPSC), como conta em sua biografia. Quando jovem, sonhava ser atirador profissional, e esse foi o fator chave que levou seu pai a introduzi-lo no mundo do tiro esportivo aos 16 anos. Em função de restrições na legislação espanhola, Jorge foi para França, onde iniciou suas primeiras competições.

Pouco depois de completar 18 anos, Ballesteros participou de seu primeiro campeonato na Espanha e conquistou o título de Campeão Espanhol Geral na Divisão Aberta, tornando-se o atirador mais jovem do país a conquistar esse título. “Todo o treinamento e trabalho duro valeram a pena, mas isso foi
apenas o começo”, diz a biografia.

No Campeonato Mundial celebrado em Guayaquil, no Equador, em 2005, o atleta ganhou a medalha de bronze geral na Divisão Aberta, reafirmando sua grande evolução e dedicação ao esporte. Nos campeonatos europeus da França, em 2007 e da Sérvia em 2010, Jorge conseguiu evoluir para conquistar a medalha de prata geral na Divisão Aberta.

Em 2013, em Barcelos (Portugal), Jorge sagrou-se campeão europeu pela primeira vez na carreira, revalidando este título em 2016, na Hungria. O ano de 2017 foi o melhor da carreira de tiro de Jorge, quando ele finalmente conquistou o título mais desejado, proclamando-se Campeão Mundial de IPSC na Divisão Aberta.

Triste notícia

Infelizmente, no dia 11 de janeiro de 2023, o mundo recebeu a triste notícia da morte do campeão mundial de tiro, Jorge Ballesteros. Com 39 anos, o atleta foi encontrado ferido, levado ao hospital, mas não resistiu e morreu.

Na ocasião, a Real Federação Espanhola de Tiro Olímpico lamentou o ocorrido: “Terrível perda de um atirador grandioso e um ser humano excepcional”.

Exemplo

Sua brilhante carreira, no entanto, ficou marcada. Seu legado será sempre lembrado por seus colegas, jovens atletas, admiradores do esporte, e por todos que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Depoimentos

“Jorge era meu irmão mais velho, uma pessoa muito boa, muito humilde e muito amada pela família. Era muito simples e nada ostentoso. Afinal, ele tinha tudo, mas não se gabava de tudo que alcançou e nem de todas as suas conquistas. Então, aonde ele ia, todos o amavam. Eu aprendi muito com ele, pois tive um anjo especial e que é impossível de ser esquecido”.

Lorena Ballesteros

Irmã do Jorge Ballesteros e atiradora de tiro prático

“Jorge sempre foi uma referência pra mim, desde quando comecei a praticar o tiro prático (IPSC), há mais de 20 anos. E, nessa época, o Jorge já era campeão da modalidade aberta, que para mim era algo inatingível. Ele sempre foi um ídolo, sempre aberto a nos aconselhar, falar abertamente sobre as competições. A verdade é que eu vou guardar uma boa memória de Jorge, principalmente porque sou muito orgulhoso de ter feito parte da Seleção Nacional com ele por mais de 15 anos compartilhando experiências em muitos países. Jorge foi um grande campeão dentro e fora de campo”.

Ivan Espilez

Atleta

“Nem todos sabem que Jorge Ballesteros tem uma técnica de tiro única e ele compartilha essa técnica com seus colegas e amigos. Nós temos em nosso coração parte de seu espírito e isso significa que ele está conosco. Sua glória pela federação de tiro espanhola é a glória da comunidade de tiro, especialmente da comunidade de tiro esportivo espanhol”.

Vitaly Kryuchin

Atirador esportivo russo e presidente da Confederação Internacional de Tiro Prático e da Federação Russa de Tiro Prático

Com informações do site oficial www.jorgeballesteros.com

Com informações: Shooting Sports Spain

Títulos

  •  Campeão do Mundo Open Division (França, 2017)
  •  Medalha de ouro por equipes nos USIP World Police Games (EAU, 2017)
  •  Três vezes Campeão Europeu IPSC Open Division (Hungria, 2016 – Portugal, 2013 – Belgrado, 2019)
  •  Cinco vezes Campeão Extreme Euro Open (República Tcheca, 2018-2017-2016-2014-2013)
  •  Quatro vezes Eurasia Extreme Champion (Rússia, 2019-2017-2016-2015)
  •  Vencedor da Liga Europeia de Tiro Continental “KSL” (2016)
  •  Vencedor da Triple Crown Extreme Series (2015)
  •  Medalha de ouro nos Jogos Mundiais de Polícia da USIP (Colômbia, 2015)
  •  16x Campeão Espanhol IPSC Open Division + 1x Standard Division
  •  Campeão da Taça do Mediterrâneo (França, 2013)
  •  Campeão do European Steel Challenge (Holanda, 2009)
  •  Vice Campeão Europeu de IPSC (França 2007 e Sérvia 2010)
  •  Medalha Olímpica concedida pelo Comitê Olímpico Espanhol (2007)
  •  Medalha de Bronze no XIV Campeonato Mundial de IPSC (Equador, 2005)
  •  Nomeado Mestre de Tiro pela Federação Espanhola de Tiro Olímpico (2003)
  •  Nomeado Esportista de Alto Nível pelo COE (Comitê Olímpico Espanhol) desde 2001

artigos relacionados

categorias

conteúdo exclusivo

Redes